RODRIGO SILVA DE OLIVEIRA, nascido em Primavera SP, teve seu primeiro contato com a música aos 2 anos de idade através de seu pai que cantava e tocava violão em casa para família. Já na adolescência entrou para o Projeto Guri (SP), projeto este que tem o objetivo de ensinar crianças e jovens a tocar alguns instrumentos e a cantar. Nesse período passou a tocar em bandas para apresentações no colégio e feiras da cidade, aí então não parou mais, tocou em outras bandas, duplas sertanejas e até carreira solo, até encontrar seu parceiro Di Campeiro. 

DI CAMPEIRO, nascido na cidade de Cândido Mota- Sp, aos 13 anos de idade frequentava cursos fornecidos pelo município, tais como: marcenaria, datilografia, vime e ratä( móveis de bambu). Em um belo dia de sábado, ganhou do amigo do seu pai um instrumento de seis cordas. “Parece um violäo, pensava Di Campeiro”, pois era construído no fundo de casa, mas rapidamente lhe veio uma ideia a cabeça. “Irei lucrar algum dinheiro com esse pedaço de madeira com 6 cordas, (risos)”. No dia seguinte foi procurar um profissional da área, seu tio e padrinho ( violonista e professor de música), ao chegar foi logo lhe dizendo:  Tio, ganhei esse violäo, será que o senhor nao consegue arrumar algum aluno pra comprar esse pedaço de madeira? Seu tio indignado por ele se referir de forma täo esnobe a um instrumento raro, contruído de forma artesanal e de täo poucos recursos, pegou um caderno, rabiscou algumas cifras, notas maiores e menores e disse: Volte aqui a semana que vem. Depois dessa semana o despertar e a vontade de aprender só aumentava.

  Após 2 anos, se mudou para a cidade de primavera, onde começou a trabalhar em um posto de combustível e entre estudo e trabalho, conheceu vários amigos do ramo musical, foi onde o despertar pelo rock surgiu em sua vida, ele e mais 2 amigos : Rodolfo ( Pequeno) e Hamilton ( Miltin) formaram uma banda onde Di Campeiro era guitarrista e vocalista. Depois veio a segunda banda, sendo multi instrumentista, nessa banda tocou baixo , sempre tocando classicos de bandas como Creedence, Nazareth, Guns and Roses, Raulzito, Skid Roll, depois dessa segunda banda foi chamado para tocar como baixista de uma dupla sertaneja, onde conheceu o seu parceiro e cumpadre Rodrigo, a dupla de Rodrigo se desfez e o convite a Di Campeiro nao tardou acontecer, e formava-se assim a dupla Rodrigo e Di Campeiro.

 

Em um sábado do mês de abril, através de um amigo que trabalhava em uma rádio em Paranavai-Pr( Maicon Nunes) a dupla recebeu a notícia que uma pessoa teria escutado uma música acústica da dupla e gostaria de conhecê-los pessoalmente. Essa pessoa seria o atual sócio e empresário artistico Marlon Faccio, que acreditou desde o primeiro momento no potencial que tinham, e depois de uma visita a Primavera,

onde conheceu a dupla e também o produtor da dupla Rafael Travello, comecaram um trabalho incansável de produçäo, divulgaçäo e de muita positividade.

 

Infelizmente no começo do mês de agosto de 2014, o primeiro voz da dupla, Di Campeiro sofre um grave acidente automobilístico, o deixando imóvel em uma cama por 2 meses, cancelando 6 shows no mesmo mês e também em setembro, atrasando também o término da gravaçäo do täo esperado CD. Mas obviamente isso näo foi suficiente para atrapalhar o projeto täo prospéro e seguiram compondo, Rodrigo e o produtor Travello seguiram adiante com os ensaios e fazendo visitas constantes e levando as novidades a Di Campeiro, e no mês de outubro voltaram as atividades.

 

A dupla Rodrigo e Di Campeiro conta com músicas autorais e com músicos multi instrumentistas, que buscam sempre resgatar a música sertaneja do nosso Brasil, e com muita humildade agradece a todos que participaram e participam desse projeto. Obrigado